Socioeconomia

Ementa:

Agrega projetos voltados para (i) análise das perdas pessoais e empresariais e que demandam a reestruturação de referências documentais, recomposição de estabelecimentos agrícolas, industriais e comerciais e orientação para negociações e decisões contratuais, (ii) análise das perdas decorrentes da destruição dos meios de vida e trabalho das populações campesinas, de pescadores, de populações tradicionais, de comunidades indígenas e quilombolas entre outras, (iii) Estudo e proposição de ações de reconstrução das identidades dos sujeitos, por meio de alternativas de trabalho e emprego: trabalho digno, economia solidária, cooperativismo, gestão participativa, emprego e renda, projetos de geração de renda, qualificação e recolocação profissional, empreendedorismo, gestão empresarial e assessoria em gestão, iv) estudo e análise do processo de reconhecimento, mensuração e evidenciação de provisões e passivos contingentes ambientais por parte da empresa Samarco, nos exercícios de 2015 e 2016, como instrumento de acompanhamento do compromisso da empresa com as questões ambientais, sociais, legais, políticas e econômicas derivadas do desastre.

Projetos:

Título: Comunidades tradicionais atingidas na bacia do Rio Doce pelo rompimento da barragem da Samarco-MG

Grupo de Pesquisa: OCCA - Observatório dos Conflitos no Campo - PPGEO-CCHN

Coordenadora: Simone Batista Ferreira

Bolsistas: Pós-Graduação

Objetivo: Identificação e mapeamento das comunidades tradicionais, seus territórios atingidos e as perdas dos meios de vida e trabalho sofridos.

Resultados esperados:

Produção de Cartografia Social dos territórios tradicionalmente ocupados por: comunidades tradicionais, índios, quilombolas, etc.; produção de mapeamento das perdas sofridas pelas referidas comunidades; propor alternativas compartilhadas com as comunidades sobre formas de reduzir as perdas sofridas.

 

/////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Título: Reconhecimento de obrigações decorrentes do rompimento da barragem da empresa Samarco em Mariana (MG)

Grupo de Pesquisa: Contabilidade Ambiental e Sustentabilidade Corporativa.

Pesquisadores: Gabriel Moreira Campos e Eduardo José Zanoteli

Bolsistas: Pós-Graduação e Iniciação Científica

Objetivos: Investigar o processo de reconhecimento, mensuração e evidenciação de provisões e passivos contingentes ambientais por parte da empresa Samarco nos exercícios de 2015 e 2016.

Resultados esperados:

Produção de registros e acompanhamento dos passivos ambientais reconhecidos, mensurados e divulgados pela empresa Samarco nos exercícios de 2015 e 2016.

 

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Título: Avaliação econômica, ambiental e estruturação produtiva na bacia do rio doce após o rompimento da barragem de Mariana (MG)

Coordenadores: Prof. Dr. Alvim Borges da Silva Filho e Prof. Dr. Ednilson Felipe

Objetivos

Geral: Avaliar economicamente o meio-ambiente atingido visando definir uma estrutura para dinamização das cadeias de produção, a partir da avaliação das condições econômicas públicas e privadas, para recuperação econômica da região de influência do Rio Doce.

Específicos: Realizar a avaliação econômica dos ativos naturais afetados pela contaminação resultante do rompimento da barragem de Mariana MG;

Apurar os impactos diretos e imediatos sobre (a) a redução da arrecadação municipal e (b) o amento das despesas, em função das decisões incorridas pelo erário municipal para dar conta, de forma imediata, das ações necessárias ao restabelecimento da ordem e das condições mínimas de abastecimento de água e de proteção das famílias diretamente atingidas pelo acidente ambiental;

Apurar os impactos diretos e imediatos sobre as famílias e as comunidades cuja sobrevivência depende diretamente do Rio Doce de imediato e em períodos subsequentes de 12 meses.

Apurar os impactos diretos e imediatos sobre as empresas e atividades econômicas legalmente constituídas que, de alguma forma, apresentam uso intensivo da água para as suas atividades econômicas, sobre as empresas e atividades econômicas gerais dos municípios, e sobre as suas atividades turísticas.

Resultados esperados:

- Determinar o valor econômico dos ativos ambientais impactados pelo desastre do rompimento da barragem de Mariana MG;

- Acompanhar as referências econômicas das famílias atingidas pelo desastre e indicar ações de suporte e estímulo para seu bem estar; 

- Prover referências e determinar diretrizes para o planejamento das atividades das instituições públicas visando recuperar e alavancar o desenvolvimento sustentável na região;

- Fazer o desenho das cadeias de produção que possam ser recuperadas e outras novas que possam ser estruturadas de forma competitiva de forma a melhorar os seus desempenhos econômicos; Estruturar cadeias de produção competitivas dentro das novas condições para as atividades econômicas já existentes, e para novas que se adéquem e contribuam para a dinamização econômica no novo cenário.

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910